Quem não sabe escrever, desenha

Mãe Gentil

Surpresa! Uma arte que não é do Podtrash!

Hehehe. Eu tava devendo pro Caneta, Lente & Pincel uma obra pra abrir a rodada 51. (o caneta é muito legal. é um cruzamento de artistas e escritores: um manda um texto, alguém se inspira e cria uma arte, daí outro manda uma arte e um outro escreve um texto)

No caso, uma poesia de Igor Dias.

mãe gentil

devolvesse à loucura um brilho eterno
de uma mente que pouco se ilumina
à luz dos olhos teus, nessa menina
dos teus olhos, é certo um brilho, é terno

lágrima triste de leite materno
confundindo os desmandos, nordestina,
é terno esse leite de amaralina,
que verte fosco e quente no inverno

mas se no lusco-fusco o frontispício
refulge eternamente tosco e nítido
os filhos do teu braço forte esplêndido

rejeita, mãe gentil, o brilho eterno,
refulge varonil os teus fantasmas

o leite zanhado que te habita
é terno de matéria e de miasma

a menina dos teus olhos confundidos
em terno vertedouro de ternura

acompanha a pingadura do teu peito
num dia esmaecido de equinócio
para que possa então, à luz, ser pura

casta
fértil

e louca

 

Inspirado no texto, AAAARTEEEEEE!!!

mãe gentil

mãe gentil – clique para ampliar

Anúncios
Este post foi publicado em 21/07/2014 às 11:38. Ele está arquivado em Sem categoria e marcado , , , , , , , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: