Quem não sabe escrever, desenha

A decadência da Pixar

Sacrilégio?

Possívelmente.  Aparentemente hoje é o dia em que a Pixar comemora seus 25 anos. Ao longo desses 25 anos foram lançados filmes memoráveis… AAAAAARGH!!!, blablabla. Todo mundo viu esses filmes e cada um tem seus favoritos. Eu, por exemplo, indicaria Monstros S.A., Os Incríveis (que eu ainda acho muito longo) e Ratatouille. Correndo por fora, Nemo.

Mas…

Se vc clicou no link acima vc caiu numa lista dos tais filmes. E é  triste ver que o último GRANDE filme que a Pixar lançou foi Ratatouille. Vamos aos fatos:

Janeiro de 2006: Disney compra Pixar – as duas empresas finalmente chegaram a um acordo e a Disney comprou a Pixar por US$ 7,4 bilhões. A Pixar em tese ainda manda em seus próprios filmes mas, coincidentemente…

2006: Carros.
Considerado por muitos o pior filme da Pixar, Carros é um filme bobo de carrinhos que falam. Bonitinho, melodramático na medida certa, enfim, Carros.

2007: Ratatouille
Obra-prima. Esse não conta.

2008:Wall-e
Não me entendam mal. O filme é bom. MUITO bom. Mas… é meio que um curta, né? Ou dois curtas de animação. O filme tem aqueles 20 primeiros minutos iniciais simplesmente perfeitos, uma historinha boba depois e a melhor e mais fantástica sequência de créditos de todos os tempos (enquanto subiam letrinhas eles contavam toda a evolução da humanidade traçando paralelos com a história da arte). Mas o filme em si é simplesinho (e preguiçoso, na real, são só dois cenários: a terra desolada e a nave).

2009: Up
Mais um curta. Digo, os cinco primeiros minutos (tá diminuindo, wall-e tinha 20) são lindos. Novamente muda (como em geral os curtas da Pixar o são), aquela pequena introdução em que nos é contada a vida do velhinho é realmente sensacional. Depois arrastam o velhinho prum asilo, ele pira, acha que saiu voando nums balões e quando vc acha que, “bom, pelo menos vai ser legal, o cara vai voar nos balões”, eles desistem da idéia dos balões, tacam um cachorro falante, um dirigível  e um vilãozinho totalmente esquecível.

2010: Toy Story 3
3! Pelamordedeus, 3 continuações dessa máquina de vender bonequinho ninguém aguenta. Continuações em geral são produções bem mais fáceis do que criar algo inteiramente novo, especialmente em se tratando de animação. Já tá tudo modelado, os atores não envelhecem, vc só precisa passar um bocadinho de verniz, uma historinha meia boca e pronto! Tá, vai, o filme é legalzinho, mas totalmente passável. E com um finalzinho que eu vou te contar… mais gancho pra ToyStory 4, 5, desenho animado, impossível. E levar o Oscar batendo “Como treinar seu dragão” parece piada.

2011: Carros 2
Boa, Pixar! Mais uma continuação, dessa vez de seu pior filme. Agora reparem só. Se você entrar numa papelaria e der uma olhada nas merendeiras (lancheiras) e capas de cadernos vai se surpreender de ver que esse maldito filme de 5 anos atrás continua vendendo merchandising que nem água. É fato. A criançada adora carrinhos falantes. Eu gostava de Herbie e daquela motoca que falava eu-te-disse-eu-te-disse. Mas o único motivo pra esse filme existir é o fato que, quer queiram quer não, carros foi o filme mais lucrativo pra Disney em termos de merchandising. E eles querem continuar lucrando em cima disso.

2012: Monstros S.A. 2
Boa, Pixar…! Ok. leiam o parágrafo acima.

 

Eu não digo que a Pixar esteja errada de querer faturar mais em cima da grana dos pais que tem que comprar a mochila em forma de carrinho. Mas eu fico triste de ver o quanto eles estão se distanciando das obras primas de então.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em 30/03/2011 às 18:48 e está arquivada sob crônica sobre nada. Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

3 opiniões sobre “A decadência da Pixar

  1. Fernanda em disse:

    Carros 2 é realmente bem fraquinho, mas acho que você não entendeu UP nem Toy Story 3. E olha que é desenhado…

  2. Depois de Carros, eles criaram Aviões (eu tive que aguentar a exibição desse lixo em um vôo de 11 horas da Ibéria, seguido na sequencia por Smurfs 2)…. Acho que prosseguirão com todos os tipos de transportes: Motos, Trens, Barcos, Bicicletas… E quando os meios de transportes de esgotarem? Tem outros objetos inanimados para a máquina de vender lancheira continuar a produzir: Vassouras, Torradeiras, Máquinas de Lavar… Até o dia em que, esgotadas as idéias, o mundo estará preparado para a verdadeira obra pima da Pixar, saindo de modo triunfal do mundo infantil: Dildos! Isso aí, dildos falantes. Vai ser um sucesso!

  3. Pingback: Up! | Quem não sabe escrever, desenha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: